Informe de Atividades 2015 e Plano de Ação para 2016 da CISDP já estão disponíveis online

Lançados na reunião da Comissão de Inclusão Social, Democracia Participativa e Direitos Humanos (CISDPDH)  da CGLU no último dia 22 de julho, o Informe de Atividades 2015 e o plano Plano de Ação 2016 já se encontram disponíveis online. Esses documentos apresentam as ações desenvolvidas e as ainda a serem desenvolvidas nos diversos eixos de trabalho da CISDPDH: participação política, aprendizagem e produção de conhecimento, debate político e comunicação.

Continuar lendo “Informe de Atividades 2015 e Plano de Ação para 2016 da CISDP já estão disponíveis online”

Convocatória para cursos do Observatório de Cooperação Descentralizada UE-AL

O Observatório de Cooperação Descentralizada União Europeia-América Latina, liderado pelo Conselho Provincial de Barcelona e pela Prefeitura de Montevidéu, em colaboração com GOBERNA AL, Escola de Política e Alto Governo, divulgou nos últimos dias três oportunidades de formação para o período 2016-2017. As capacitações têm o objetivo de potencializar as políticas públicas locais nos âmbitos de coesão social, liderança política e cooperação descentralizada. As inscrições permanecem abertas até o dia 25 de setembro.

Como novidade deste ano, os cursos estão abertos a todas as regiões do mundo e serão realizados em duas modalidades, inglês e espanhol.

Continuar lendo “Convocatória para cursos do Observatório de Cooperação Descentralizada UE-AL”

Urbanização da América Latina e Caribe foi ‘ineficiente’ e pouco sustentável, alerta agência da ONU

Taxa de urbanização na região já chegou a 80%. Representante do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) alerta que crescimento destruiu áreas naturais e continua a ameaçar o meio ambiente. Soluções sustentáveis devem ser incorporadas às políticas públicas dos países.

A urbanização na América Latina e Caribe já alcançou uma taxa média de 80%, mas o crescimento dos centros urbanos se deu de forma ineficiente e desproporcional, provocando o desmatamento de áreas naturais.

Continuar lendo “Urbanização da América Latina e Caribe foi ‘ineficiente’ e pouco sustentável, alerta agência da ONU”

Privatização do saneamento já se mostrou inadequada em muitos países, diz relator da ONU

Segundo estudo citado pelo relator das Nações Unidas para água e saneamento, o brasileiro Leo Heller, nos últimos 15 anos houve ao menos 180 casos de reestatização do fornecimento de água e esgoto em 35 países, em cidades como Paris (França), Berlim (Alemanha), Buenos Aires (Argentina), Budapeste (Hungria), La Paz (Bolívia) e Maputo (Moçambique).

As quebras ou não renovações dos contratos ocorreram por falhas das empresas em atingir metas de universalização, além de problemas com transparência e dificuldade de monitoramento do serviço pelo setor público.

O Brasil tem 40% de sua população sem acesso adequado à água e 60% sem acesso a esgotamento sanitário. Apesar da evolução nas últimas décadas, o quadro permanece preocupante e, para solucioná-lo, são necessários mais investimentos públicos continuados, enquanto a privatização desses serviços já se mostrou inadequada em diversos países, disse o relator especial das Nações Unidas sobre o tema, o brasileiro Leo Heller.

Continuar lendo “Privatização do saneamento já se mostrou inadequada em muitos países, diz relator da ONU”

Banco Mundial e Banco dos BRICS fecham acordo de cooperação em infraestrutura

O presidente do Grupo Banco Mundial, Jim Yong Kim, e o presidente do Banco do BRICS, Kundapur Kamath, assinaram memorando de entendimento para reforçar a cooperação entre as instituições no financiamento a projetos de infraestrutura.

O presidente do Grupo Banco Mundial, Jim Yong Kim, e o presidente do Banco do BRICS, Kundapur Kamath, assinaram na sexta-feira (9) memorando de entendimento para reforçar a cooperação no atendimento às demandas mundiais por infraestrutura.

Continuar lendo “Banco Mundial e Banco dos BRICS fecham acordo de cooperação em infraestrutura”