COP22 avança na construção da arquitetura para uma ação climática ambiciosa e inclusiva

COP22 foca na definição de ações e soluções; governos locais e parcerias intersetoriais têm papel importante no cumprimento das metas globais

A Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) realizada em Marrakech, no Marrocos, foi a primeira após a rápida adoção e ratificação do Acordo de Paris. A COP22 concentrou-se em discutir ações e soluções, e na qual as Nações e outras partes interessadas na questão climática focaram-se na construção da arquitetura necessária para alcançar os objetivos climáticos estabelecidos em Paris.

Continuar lendo “COP22 avança na construção da arquitetura para uma ação climática ambiciosa e inclusiva”

Anúncios

São Paulo é cidade convidada de honra da 40ªFeira do Livro de Buenos Aires

Convite marca estreitamento da relação entre as cidades de  e promove a cultura da periferia paulistana.

Logo  Feira BsAsComeçou ontem (24) a 40ªFeira do Livro de Buenos Aires, importante evento para o mercado editorial latino-americano. Desde 2013, a organização da feira convida uma cidade para mostrar sua riqueza cultural. No primeiro ano, Amsterdã foi a homenageada.

Em 2014, São Paulo foi chamada para mostrar mais de sua riqueza cultural na capital argentina. A cidade conta com um estande de 144 m², onde acontecem entre os dias 24 de abril e 12 de maio uma série de saraus e mesa de autores. Dos 200 saraus paulistanos, 15 terão apresentações – entre eles o Cooperifa, Poesia Maloquerista e o grupo Voz do Povo. 

“Na nossa proposta de curadoria para a feira a gente buscou inverter o desenho tradicional de participações em feiras. Optamos por trazer ao centro da feira os saraus poéticos da periferia da cidade de São Paulo. E para a periferia da feira os autores mais consagrados”, explicou Luiz Bagolin, diretor da Biblioteca Mário de Andrade.

Além dos saraus, mesas literárias e  leituras estão na programação. Autores como Marcelino Freire, Ferréz, Maçal Aquino, Andréa Del Fuego, Fernando Bonassi, Arnaldo Antunes, entre outros nomes de peso da cena paulistana, apresentarão a cultura de periferia e a riqueza estética da cidade.

Shows de artistas como Emicidas, Racionais Mc’s,  Tulipa Ruiz e Criolo também são destaques. 

Outra parte importante da participação são as projeções de filmes icônicos sobre a cidade no Museu de artes Latino-Americanas de Buenos Aires (Malba). Obras como “O bandido da Luz Vermelha”, de Rogério Sganzerla, e “São Paulo S.A”, de Luís Sérgio Person, compõem o leque cinematográfico. 

Confira a programação completa da capital paulista na feira e também a revista elaborada especialmente para apresentar São Paulo aos porteños. 

Mais informações no site oficial da feira.

 

Guarulhos e Dondo apresentarão projeto no 7º Fórum Urbano Mundial

As cidades brasileira e moçambicana levarão a Medellín os resultados  de cooperação em Orçamento Participativo

No último post falamos sobre o 7º Fórum Urbano Mundial (FUM), que acontecerá na cidade de Medellín, Colômbia, entre os dias 5-11 de Abril. Durante o evento, promovido pela ONU-Habitat, serão discutidas temáticas como planejamento urbano, equidade, segurança, mobilidade e gestão de serviços básicos.

O município de Guarulhos, membro do FONARI, em conjunto com a cidade de Dondo, Moçambique, apresentará durante o Fórum o projeto “Melhoria das Capacidades de Autoridades Locais de Brasil e Moçambique como Atores da Cooperação Descentralizada”.

O projeto é financiado pela União Europeia, Ministério das Relações Exteriores da Noruega e Aliança das Cidades. A coordenação é uma colaboração entre Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU), Associação de Municípios de Moçambique (ANAMM) e Frente Nacional de Prefeitos (FNP). A iniciativa conta também com o apoio dos Arquitetos sem Fronteiras – Catalunya (ASF-C) e da Rede de Cidades Intermédias (CIMES).

A diretora do Orçamento Participativo da Prefeitura de Guarulhos, Katia Lima, será a representante da cidade na palestra intitulada Promovendo Parcerias para a Profissionalização da Cooperação Internacional Descentralizada em Planejamento e Gestão Urbana. Experiências na América Latina e África com foco em Moçambique e Brasil”, em que será compartilhada a experiência de cooperação baseada na participação da comunidade, desenvolvimento e sustentabilidade.

A palestra contará ainda com a experiência específica do eixo de Orçamento Participativo desenvolvido no “Projeto de Cooperação pelas Cidades de Guarulhos e Dondo”.

Katia Lima ressaltou a importância da construção coletiva da proposta apresentada, que envolveu diferentes áreas de ambos os governos locais, dentre elas, o trabalho conjunto entre o Orçamento Participativo e a Coordenadoria de Relações Internacionais de Guarulhos. Ela enfatizou a forma democrática com a qual a seleção foi realizada.

Para quem estiver em Medellín e puder conferir, a mesa ocorre no dia 9 de abril, das 16h30 às 18h30, na sala 08 do Yellow Pavilion.

Eduardo Paes é o Rio na C40

No começo deste mês, o prefeito assumiu o Comitê Gestor de uma das redes de cidades mais influentes e ativas do mundo.  

No dia 05 de fevereiro, Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, assumiu a liderança do Comitê Gestor da rede de cidades C40, organização focada em ações para mitigar as mudanças climáticas. A solenidade ocorreu durante a 5ª Cúpula de Prefeitos, realizada entre os dias 04 e 06 de fevereiro, em Johannesburgo.

Eduardo Paes assumiu a diretoria do Comitê da C40 no dia 5 de fevereiro.
Eduardo Paes assume a diretoria do Comitê da C40 (Fonte: divulgação)

Paes recebeu o cargo do ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, um dos artífices na reestruturação da C40, que passará a ocupar a posição de presidente do Conselho da C40.

Na ocasião, Bloomberg afirmou a competência e comprometimento de Paes e do Rio com a agenda da rede.  “O prefeito é um líder determinado, focado e um apaixonado por sua cidade, seus eleitores e pela missão da nossa organização. No encontro Rio+ C40, em 2012, ele acertadamente colocou que o futuro da mudança climática começa com as cidades”, disse Bloomberg.

Relatório “Climate Action in Megacities Volume 2.0”

Durante o evento de Johannesburgo, houve também o lançamento do relatório CAM 2.0 (disponível na íntegra aqui), que mostra o engajamento e as ações das cidades da rede para o controle da emissão de gases poluentes. Segundo Paes, “Prefeitos têm o poder real de cortar a emissão e melhorar a resiliência climática. E eles estão agindo”, como reportou o Cities Today. 

Mais informações sobre o relatório disponíveis aqui.

Os quatro mandamentos para uma cidade do futuro

O engajamento de Eduardo Paes foi mote da apresentação dele no TED Talks, em 2012. O prefeito organizou a apresentação em torno de quatro mandamentos. Mostrou a partir deles como não é necessário ser uma potência econômica para colocar políticas eficientes em prática. Confira a apresentação.

A cidade do Rio de Janeiro é atualmente subcoordenadora do FONARI.