Mercocidades apresenta seu relatório de trabalho anual na Cúpula da Rede

Na XXI Cúpula de Mercocidades, realizada em Santa Fé (Argentina), a Presidência e a Secretaria Técnica Permanente da Rede apresentaram o relatório de trabalho do período 2015-2016. A publicação apresenta as ações desenvolvidas no período anual que vai de uma Cúpula a outra, e realiza uma aproximação sobre a situação mundial e regional, outorgando um lugar destacado às ações da Rede antes e durante a Habitat III.

No relatório também podem ser encontradas as declarações emitidas pela Rede, convênios e acordos realizados com outros organismos, a situação financeira e as perspectivas e desafios para o próximo período.

Continuar lendo “Mercocidades apresenta seu relatório de trabalho anual na Cúpula da Rede”

Anúncios

Mercocidades integrará o Escritório Executivo e o Conselho da CGLU

O Grupo Aberto de Trabalho Permanente de Cidades e Governos Locais da América Latina logrou seus primeiros resultados, através do acordo assinado no último dia 20 de setembro, em Barcelona, na Espanha. Na ocasião, se propôs uma nova representação latino-americana na organização mundial Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU). Esta nova formação é o resultado do intenso trabalho iniciado pelo Grupo “Unidade na Diversidade”.

O acordo se concretizou em Barcelona, no âmbito do Comitê Estatutário da CGLU, e será finalmente aprovado na Assembleia Geral da organização, no próximo 14 de outubro em Bogotá, Colômbia.

Continuar lendo “Mercocidades integrará o Escritório Executivo e o Conselho da CGLU”

Avanços para a criação de uma nova organização latino-americana de governos locais

1No dia 28 de abril, representantes do Grupo Aberto de Trabalho Permanente de Cidades e Governos Locais da América Latina (GATP) se reuniram na Cidade do Panamá. Neste encontro participaram autoridades de Mercocidades, FLACMA e Aliança AL-Las com o objetivo de avançar na criação de uma nova representação regional ante a organização mundial Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU).

A proposta surgiu no dia 3 de dezembro de 2015 em Paris, França, e prevê chegar ao 5º Congresso de CGLU em outubro deste ano em Bogotá, Colômbia, com definições concretas e propostas de trabalho.

A nova representação latino-americana afirma que orientará suas ações com base nos princípios de democracia, transparência e efetividade. E tem como objetivos: avançar em uma estratégia coordenada para a participação global e articular alianças para enfrentar importantes desafios na região como a iniquidade, a desigualdade, o acesso a serviços básicos, a mobilidade urbana, o melhoramento dos espaços públicos e a resiliência ante os impactos derivados da mudança climática.

Continuar lendo “Avanços para a criação de uma nova organização latino-americana de governos locais”