Publicação: “¿Cómo cooperar entre instituciones locales? Del proyecto puntual al fortalecimiento de las políticas públicas locales”

A publicação busca responder à vontade de dotar os governos subnacionais de uma ferramenta que contribua para gerar e orientar projetos de cooperação internacional com impacto nas políticas públicas. De igual maneira, se insere nas novas tendências da cooperação descentralizada, onde a cooperação pretender ser mais horizontal e baseada em uma relação entre iguais, e onde a especificidade dos atores dota de sentido e de valor as relações que se estabelecem entre esses. Isto é, aquilo que caracteriza os governos locais, a capacidade de implementar políticas públicas, é o que se pretende fortalecer para desse modo, melhorar a gestão local dos territórios e contribuir assim paraa melhoria do bem-estar de suas populações.

Continuar lendo “Publicação: “¿Cómo cooperar entre instituciones locales? Del proyecto puntual al fortalecimiento de las políticas públicas locales””

Anúncios

Publicação: “Políticas públicas e redes internacionais de cidades: o Programa URB-AL”

Via AL-LAs.

O cenário internacional contemporâneo apresenta desafios e oportunidades para as unidades subnacionais. A cooperação internacional descentralizada, por meio das redes de cidades, constitui frutífero campo de diálogo e projetos comuns para o desenvolvimento local. Dentro destas redes as cidades desenvolvem diálogos e transferências de políticas públicas, através da divulgação de boas práticas, permitindo que os casos de sucesso sejam analisados e, eventualmente, replicados pelas cidades parceiras. Nesse âmbito, o Programa URB-AL, criado em 1995, tem incentivado a relação de diálogo entre a América Latina e União Europeia na busca do desenvolvimento econômico e social, além de representar uma forma das cidades atuarem internacionalmente, adquirindo experiência em cooperação internacional, disseminando boas práticas de políticas públicas e demonstrando as potencialidades da cooperação descentralizada. Este artigo tem como objetivo analisar a literatura da transferência de políticas públicas e sua relação com as redes internacionais de cidades, demonstrando as formas pelas quais as cidades dialogam e transferem boas práticas.

Acesse a publicação completa aqui.