Assembleia do FONARI

A presidência do Fórum Nacional de Secretários e Gestores Municipais de Relações Internacionais (FONARI) convida para participação na Assembleia da entidade que ocorrerá às 14h do dia 28 de abril, durante o IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), que ocorrerá em Brasília entre os dias 24 e 28 de abril, realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP).

 

savethedate

Confira o Balanço de Gestão das Relações Internacionais do Rio de Janeiro, de 2009 a 2016.

balanco-rio-de-janeiro-2009-2016A Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio de Janeiro disponibilizou o seu Balanço de Gestão de 2009 a 2012 e 2013 a 2016.
Nele, a trajetória internacional do Rio de Janeiro, modelo de internacionalização entre as cidades brasileiras e cidade fundadora do Fonari, pode ser analisada em diversos aspectos.

Parabéns Rio!
Confira o balanço de gestão do Rio em http://prefeitura.rio/…/8c7ff4cf-d6ab-4507-9767-29739e31494c.

Nosso norte é o Sul – Nota sobre a transição na Presidência do Fonari, 2016-2017

Querida(o)s companheira(o)s do Fonari,

É com muito orgulho que, depois de passar pela presidência do Fonari em 2016, anuncio a transição das atribuições da Presidência do nosso querido Fórum ao amigo Rodrigo Corradi, Coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura de Porto Alegre.

Rodrigo, além de sua trajetória brilhante nas relações internacionais das cidades representando a capital gaúcha, também tem uma visão privilegiada da importância de espaços como o Fonari, do qual sempre foi membro fundamental e participante. Além disso, o Fórum sempre prezou por uma certa alternância regional em seu comando, já tendo passado por Salvador, Belo Horizonte, São Paulo e Guarulhos, e agora poderá, pela primeira vez, ser coordenado a partir do Sul, que como diz Torres García, deve ser o nosso norte.

Agora, com as transições nas equipes de governo já encaminhadas, e como nossa Coordenadoria em Guarulhos deixou de existir formalmente (assim como os seus cargos), essa transição é necessária para que o Fonari possa se remobilizar e decidir por seus novos quadros dirigentes, sua agenda para 2017 e seu plano de ação futuro – a partir de uma próxima reunião com os quadros indicados pelos recém-empossados novos prefeitos.

Deixo nosso balanço de gestão de 2016 em formato de vídeo neste Blog do Fonari, e a partir de agora me disponho a participar, para o que for necessário, assim como sempre fizeram meus antecessores e companheiros na formação do Fórum, como Leonel Leal, Rodrigo Perpétuo, Eduardo Mancuso, Kjeld Jakobsen, Roberto Trevas, Aldo de Miranda, Alberto Kleiman, Eduardo Guimarães, Geraldo Vendramini, Stephania Aleixo, Daniely Votto, Vicente Trevas, Paula Ravanelli, Laudemar Aguiar, Malu Canale, Bruno Sadeck, Deise Martins, Delma Sandri, Paulo Oliveira, Rafael Araújo, Bárbara Maia, Luciano Lub Jurcovichi, Franzé Nogueira, Solange Ferrarezi, Helena Monteiro, Mariana Cursino, Lara Rodrigues, Reinaldo de Freitas, Paulo Guerra, Diogo Bueno, Elizabeth Affonso, Aline Vasconcelos, Diego Blanc, Gilberto Rodrigues, Sérgio Godoy, Regina Laisner, Anna Michelly Cavalcante e tantxs outrxs.

Por fim, agradeço muito aos amigxs da minha ex-equipe em Guarulhos, fundamentais para nosso trabalho no Fonari, em especial a Vitor Garcia, Marina de Andrade e Vera Teles.

As lutas continuam, do local para o global.

Um grande abraço a todxs,

Fernando Santomauro
Coordenador de Relações Internacionais de Guarulhos (2009-2013, 2014-2016)
Presidente do Fonari (2016)

COP22 avança na construção da arquitetura para uma ação climática ambiciosa e inclusiva

COP22 foca na definição de ações e soluções; governos locais e parcerias intersetoriais têm papel importante no cumprimento das metas globais

A Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) realizada em Marrakech, no Marrocos, foi a primeira após a rápida adoção e ratificação do Acordo de Paris. A COP22 concentrou-se em discutir ações e soluções, e na qual as Nações e outras partes interessadas na questão climática focaram-se na construção da arquitetura necessária para alcançar os objetivos climáticos estabelecidos em Paris.

Continuar lendo “COP22 avança na construção da arquitetura para uma ação climática ambiciosa e inclusiva”

Mercocidades apresenta seu relatório de trabalho anual na Cúpula da Rede

Na XXI Cúpula de Mercocidades, realizada em Santa Fé (Argentina), a Presidência e a Secretaria Técnica Permanente da Rede apresentaram o relatório de trabalho do período 2015-2016. A publicação apresenta as ações desenvolvidas no período anual que vai de uma Cúpula a outra, e realiza uma aproximação sobre a situação mundial e regional, outorgando um lugar destacado às ações da Rede antes e durante a Habitat III.

No relatório também podem ser encontradas as declarações emitidas pela Rede, convênios e acordos realizados com outros organismos, a situação financeira e as perspectivas e desafios para o próximo período.

Continuar lendo “Mercocidades apresenta seu relatório de trabalho anual na Cúpula da Rede”