Grupo de Deficiência e Inclusão presente na Cúpula de Mercocidades

no dia 23 de novembro, no âmbito da XXI Cúpula da Rede realizada em Santa Fé (Argentina), o Grupo de Deficiência e Inclusão (GDI) realizou uma reunião na qual foi apresentada a nova edição da revista Rampa Mercocidades. Através desta publicação e por ocasião dos 10 anos da Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência das Nações Unidas, várias cidades compartilham as principais experiências de trabalho em temas de deficiência, acessibilidade e inclusão.

“Rampa Mercocidades” é um material produzido pelo GDI, no qual as cidades podem divulgar as iniciativas de políticas públicas que realizam para integrar, incluir e particularmente atender as enormes barreiras que enfrentam as pessoas com deficiências nas cidades membros da Rede. Nesta edição participam as cidades de São Paulo, Canelones, Montevidéu, Rosário, Villa Carlos Paz, Almirante Brown, e Santa Fé.

Entre as boas práticas publicadas se destaca a do município de São Paulo, com o serviço da Central de Interpretação de Libras (CIL) oferecido pela Secretaria Municipal de Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida, em que se garante à população surda, surdo-cega, ou com deficiência auditiva a dignidade no acesso aos serviços e bens públicos da cidade. A CIL oferece atendimento presencial com intérprete de Libras pessoal ou virtualmente, por meio de uma aplicação para smart-phones e tablets, o que permite acionar um intérprete por vídeo, texto e voz em tempo real.

Já o município uruguaio de Canelones avançou com iniciativas de turismo inclusivo e planejamento de espaços acessíveis que inclui o desenvolvimento de atividades esportivas adaptadas, elementos de acessibilidade em praias, entre outros. Montevidéu, através da Secretaria de Acessibilidade para a Inclusão, estabeleceu como principais áreas de trabalho: a participação, a proteção social, o trabalho e o emprego, a acessibilidade, a cultura e o esporte, a sensibilização e a capacitação.

Acesse à nova edição de Rampa Mercocidades

Grupo de Deficiência e Inclusão
A existência de um grupo de trabalho regional é uma oportunidade para se pensar os desafios, que são primeiramente locais, mas que não podem perder de vista a perspectiva regional. As possibilidades de melhorar as condições de vida das pessoas estão condicionadas em grande parte à capacidade de cooperação que podem ter as cidades.

O GDI está planificando as ações para 2017, que estarão centralizadas na aplicação da Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência das Nações Unidas, que está cumprindo 10 anos. As cidades enfrentam grandes desafios para promover a inclusão das pessoas com deficiência, e Mercocidades é uma plataforma para a cooperação e a ação para avançar em direitos.


Fonte: Mercocidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s