Seminário “Balanço crítico da Habitat III: as cidades latino-americanas e os desafios da nova agenda urbana”

Na próxima sexta-feira, dia 18, a Câmara Municipal de São Paulo sediará o seminário “Balanço crítico da Habitat III: As cidades latinoamericanas como atores dos novos desafios urbanos”.

A partir do contexto macroeconômico de cada uma das regiões da América Latina, o evento, que ocorrerá das 19 às 22h , pretende tecer considerações sobre os desafios colocados pela Nova Agenda Urbana, aprovada na Habitat III, notadamente sobre as questões relacionadas aos novos modelos de financiamento propostos pelo documento. Além disso, pretende-se abordar, a partir da perspectiva das cidades latino-americanas, qual o papel dos governos locais como atores-chave do desenvolvimento urbano preconizado pela Nova Agenda Urbana.

O evento terá acompanhamento de pontos focais na: Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Haiti, México, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Diretor Responsável: Christy Ganzert Pato

Público Alvo: Urbanistas, economistas, estudiosos do desenvolvimento urbano, servidores públicos; público em geral.

Inscrições: A partir do dia 8 de novembro, às 15h

Programação: 

Data/Hora Local Tema Palestrantes
18/nov19h – 22h Sala Sérgio Vieira de Mello – (“Sala A”) Balanço crítico da Habitat III: As cidades latinoamericanas como atores dos novos desafios urbanos Christy Ganzert PatoJulio Gambina

Marcelo Dias Carcanholo

Palestrantes:

Christy Ganzert Pato: Doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Ciência Política, também pela Universidade de São Paulo (USP). Estudou Ciências Sociais e Economia na Universidade de São Paulo (USP) bem como Ciências Sociais na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente é Diretor-Presidente da Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo e Professor licenciado da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Foi professor convidado do curso de Gestão de Políticas Públicas da USP (2015) e exerceu as funções de Assessor Especial e Chefe de Gabinete da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão da Prefeitura de São Paulo (2013 a 2015), de Diretor da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP), de Pesquisador do Centro de Estudos de Instituições do Capitalismo Financeiro – CAFIN (USP) e de Pesquisador do Grupo de Estudos Marxismos, Política e Sociedade (GEMA/UFFS). Foi também professor do Departamento de Economia da PUC-SP (2006 a 2010), Conselheiro do Conselho de Pesquisa da USP (2008-2010) e Professor da Universidade Federal de Uberlândia (2004-2006). Atua nas áreas de Filosofia, Economia e Teoria Política. Em seu Currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Pensamento Brasileiro, Teoria da Dependência, Lógica Dialética, Capital Portador de Juros, Capitalismo Financeiro e Teoria Crítica. (CV Lattes)

Julio Gambina: Doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Buenos Aires. Professor de Economia Política na Faculdade de Direito da Universidade Nacional de Rosario, Presidente da Fundação de Investigacões Sociais e Políticas (FISYP), e Integrante do Comitê Diretivo do Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais, CLACSO (2006-2012). Diretor do Instituto de Estudos e Formação da Central de Trabalhadores Argentina (IEF-CTA Autónoma). Também participa como membro do Conselho Acadêmico da ATTAC-Argentina e dirige o Centro de Estudos e Formação da Federação Judicial Argentina. Colunista sobre Economia Política em diversas publicações.

Marcelo Dias Carcanholo: Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado em Economia pela Universidade Federal Fluminense (1996) e doutorado em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Atualmente é Professor Associado da Faculdade de Economia da Universidade Federal Fluminense, Membro do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Marx e Marxismo (NIEP-UFF), Pesquisador do Núcleo de História Econômica da Dependência Latino-americana (HEDLA-UFRGS), Professor Colaborador da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF-MST), Atual Presidente da Sociedade Brasileira de Economia Política (SEP) e Presidente da Sociedade Latino-americana de Economia Politica e Pensamento Crítico (SEPLA) entre 2014 e 2016. Participa do Grupo de Trabalho CLACSO Crisis y Economía Mundial (2016-2019). Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Política, Economia Marxista e Desenvolvimento Econômico, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria do valor, neoliberalismo, vulnerabilidade externa, abertura externa, economia brasileira e américa latina. (CV Lattes)


Fonte: Câmara Municipal de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s