Santa Catarina e Turíngia se tornam estados irmãos

Santa Catarina e o estado alemão da Turíngia assinaram nesta segunda-feira, 17, um acordo de irmanamento durante o Encontro Econômico Brasil-Alemanha em Weimar. O acordo prevê cooperações nas áreas de economia e comércio, ciência e tecnologia, cultura, educação e administração pública. “Este acordo é a consagração de um trabalho que trará muitos frutos para Santa Catarina, que terá na Turíngia uma porta de entrada para o mercado europeu. Abrimos novos caminhos que serão agora trilhados por empresários, pesquisadores e estudantes de ambos os lados”, comemorou o secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond, que representou o governador Raimundo Colombo na ocasião.

As negociações para a assinatura do acordo de irmanamento tiveram início em 2015, durante o Encontro Econômico Brasil-Alemanha em Joinville, e se estenderam ao longo deste ano. Em junho, uma missão catarinense liderada pelo secretário Virmond esteve na Turíngia para acertar os pontos do acordo entre a Secretaria de Assuntos Internacionais do Governo do Estado e o governo local da Turíngia. “Nestes 12 meses, foram discutidos 23 projetos e, por isso, podemos dizer que chegamos a um verdadeiro acordo de cooperação com Santa Catarina”, avaliou o secretário da Economia, Ciência e Sociedade Digital da Turíngia, Wolfgang Tiefensee. Os projetos abrangem as áreas de pesquisa, cooperação entre universidades, fomento ao comércio, mobilidade, óptica, indústria de produtos alimentares e energias renováveis. Sete deles já estão em andamento.

Situado no coração da Europa, o Estado Livre da Turíngia tem um terço da população catarinense e uma economia com similaridade. Os principais setores econômicos são ligado à engenharia mecânica, indústria automobilística, energias renováveis, ótica e eletrônica e logística. A economia turíngia produziu cerca de 54 bilhões de euros em 2014. Já Santa Catarina se destaca no setor da agroindústria, metalmecânica, tecnologia da informação, indústria náutica, tecnologia da informação e logística, tendo um produto interno bruto de aproximadamente 95 bilhões de dólares. A Turíngia é a 12ª maior economia entre os 16 estados alemães; já Santa Catarina ocupa a sexta posição entre as maiores economias do Brasil.

O acordo de irmanamento foi assinado pelo secretário Virmond e pelo ministro Tiefensee, tendo como testemunhas o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Glauco José Côrte, e o cônsul-geral da Alemanha em Porto Alegre, Stefan Traumann.

O procurador-geral de Justiça, Sandro José Neis, e o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), Fábio de Souza Trajano, acompanharam a cerimônia como representantes do judiciário catarinense. Segundo Neis, o acordo de irmanamento abre possibilidades para cooperação e formação técnico-científica dos promotores de Justiça. “Será a partir deste documento que teremos a oportunidade de levar propostas de integração até as universidades alemãs, especialmente as do estado da Turíngia”, afirmou o procurador-geral de Justiça catarinense.


Investe SC e LEG

O primeiro acordo de cooperação assinado após o irmanamento estabeleceu a cooperação entre a Investe SC, agência de atração de investimento público-privada de Santa Catarina, e a LEG-Thüeringen, agência de desenvolvimento da Turíngia. “Essas duas agências vão trabalhar juntas para promover os investimentos, a pesquisa e a indústria nos dois lados”, avaliou o secretário Virmond.

Para o presidente da Fiesc, a acordo fará com que a Investe SC promova a imagem de Santa Catarina na Alemanha. “A Investe SC é uma demonstração para a Turíngia de que o setor público e privado trabalham de mãos dadas em Santa Catarina”, explicou Côrte. Fiesc e Governo do Estado são parceiros na iniciativa.

Assinaram este acordo, além do secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond, e do presidente da Fiesc, Glauco Jose Côrte, o presidente do conselho da LEG-Thüeringen, Andreas Krey, e o vice-presidente para Promoção de Investimentos da LEG-Thüeringen, Arnulf Wulff.

Encontro Econômico Brasil-Alemanha 

A assinatura do acordo de irmanamento ocorreu no primeiro dia do 34º Encontro Econômico Brasil-Alemanha, realizado neste ano na cidade turíngia de Weimar – centro cultural da Alemanha. O objetivo é intensificar as relações comerciais entre os dois países. “Alemanha e Brasil sempre foram parceiros fortes”, lembrou o secretário de Estado da Alemanha, Uwe Backmeyer. “Essa parceria forte é vital e tem que ser alimentada, por isso temos ótimas oportunidades aqui”, disse.

As dificuldades da economia brasileira foram abordadas nos discursos, porém o clima do encontro também é de otimismo. O presidente do conselho da BID, a confederação das indústrias da Alemanha, Andreas Renschler, destacou os potenciais da economia brasileira: “Cada vez mais há indícios de que há uma recuperação econômica no Brasil”. Segundo Renschler, o mercado interno brasileiro é muito robusto, existe segurança jurídica e uma indústria com futuro, resistente às crises. O presidente da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), Robson Braga de Andrade, concordou com a posição do colega alemão. “Tenho convicção de que os empresários alemães e brasileiros saberão aproveitar as oportunidades”, disse Andrade.

Cooperação acadêmica 

Também como parte do trabalho de consolidar o irmanamento no primeiro momento, a Secretaria de Assuntos Internacionais do Governo do Estado e o Ministério da Economia, Ciência e Sociedade Digital da Turíngia organizarão nesta quarta-feira, 19, o seminário Santa Catarina e Turíngia: Oportunidades de Cooperação para Educação e Pesquisa, no qual serão assinados acordos de cooperação entre universidades catarinenses e universidades da Turíngia. Estão presentes na comitiva catarinenses os reitores da Unisul, Univali, Unochapecó, Unifebe e Unifabe, todas dos Sistema Acafe. Pelo lado da Turíngia, participarão as universidades de Jena, Erfurt e Nordhausen.

Mais informações para a imprensa:
Rafael Paulo
Assessoria de Comunicação
Secretaria Executiva de Assuntos Internacionais
E-mail: rafael@sai.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-2214 / (48) 9952-4504


Fonte: Governo de Santa Catarina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s