PNUD e banco de desenvolvimento regional promovem Agenda 2030 na América Latina e Caribe

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) firmaram acordo para apoiar países a implementar Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Mudanças climáticas, igualdade de gênero e governança democrática serão algumas das áreas de atuação dos organismos.

Em meio aos eventos da 71ª sessão da Assembleia Geral da ONU, em Nova York, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) firmaram na semana passada (22) um acordo para apoiar países da região e do Caribe a implementar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

A iniciativa fortalece a parceria já existente entre os dois organismos e aposta em projetos de cooperação Sul-Sul voltados para desafios como mudanças climáticas, igualdade de gênero e governança democrática.

Fundado em 1970, o CAF conta atualmente com 19 Estados-membros — 17 da América Latina e Caribe, ao lado de Portugal e Espanha — e 14 bancos particulares associados. Juntos, os governos e organismos financeiros patrocinam de forma multilateral programas de cooperação técnica e que promovam o crescimento responsável.

“O PNUD se associa com governos, sociedade civil e setor privado para tornar a Agenda 2030 realidade”, destacou a diretora da agência da ONU para a região de atuação do Banco, Jessica Faieta. “Precisamos trabalhar em conjunto para alcançar o bem-estar das pessoas além da renda e sem deixar ninguém para trás.”

Entre as áreas de cooperação contempladas pelo novo acordo, estão a adaptação dos países às mudanças do clima e a prevenção de riscos de desastres naturais. Fortalecimento de instituições democráticas e combate à violência também estão incluídos no pacote. O acordo determina também que PNUD e CAF devem desenvolver iniciativas para promover a autonomia econômica das mulheres.

Está prevista também a elaboração de relatórios regionais e sub-regionais sobre desenvolvimento humano, que serão elaborados por ambas as instituições.

“Com esse acordo, pretendemos fortalecer e revigorar nossa cooperação com o PNUD, que tem uma longa história”, disse o presidente-executivo do CAF, Enrique García. Segundo o dirigente, a América Latina “teve um importante progresso social e econômico nos anos recentes, e agora é o momento de encontrarmos um novo impulso para realizar reformas que garantem o contínuo progresso e a sustentabilidade”.

Foto: À esquerda, diretora do PNUD para América Latina e Caribe, Jessica Faieta, cumprimenta presidente-executivo do CAF, Enrique García (Créditos: PNUD).


Fonte: ONU Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s