IV EMDS: encontro do Conselho Consultivo reúne 37 instituições no Rio de Janeiro

Fechando o primeiro ciclo de reuniões do Conselho Consultivo do IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável (EMDS), 37 instituições nacionais e internacionais estiveram representadas no encontro realizado no Rio de Janeiro/RJ, na sexta-feira, 23. O prefeito de Três Rios/RJ, Vinicius Farah, vice-presidente de Desenvolvimento Econômico Local da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), conduziu a reunião.


Farah falou sobre a importância da FNP, que estabelece o diálogo com os prefeitos. “É a FNP que faz esse canal entre instituições e prefeitos, que estão abertos para receber as inovações que serão apresentadas no IV EMDS”, declarou. O EMDS é promovido pela FNP, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a quarta edição evento, já consolidado como o maior sobre sustentabilidade urbana do país, será realizado em Brasília/DF, de 24 a 28 de abril, no Estádio Nacional Mané Garrincha.

Durante a reunião no Rio de Janeiro/RJ, o grupo de instituições sugeriu temas para debate no IV EMDS. Entre as pautas apresentadas para as salas temáticas, destaque para o acesso a linhas de financiamento; implementação da Nova Agenda Urbana (Habitat III) no contexto local; mudanças climáticas; a implementação de economia criativa e o uso de dados abertos; e a resiliência das cidades.

Confira aqui mais fotos da reunião.

IV EMDS
Com o tema central “Reinventar o financiamento e a governança das cidades”, os cinco dias de atividades serão voltados à promoção do diálogo com a próxima geração de prefeitas e prefeitos, com o objetivo de fomentar a construção e a pactuação de alternativas para o enfrentamento da grave situação fiscal dos municípios brasileiros. Os debates serão norteados pelo eixos temáticos:

• Serviços e políticas públicas como direitos da cidadania;
• Cidades inteligentes, inovadoras, democráticas e transparentes;
• Direito à Cidade;
• Repactuação federativa, consorciamento e desenvolvimento regional;
• Qualidade e eficiência na gestão pública e a judicialização da escassez;
• Agenda urbana global e mudanças climáticas;
• Incentivo à economia local, empreendedorismo, emprego, trabalho e renda.


Fonte: Frente Nacional de Prefeitos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s