Estado de São Paulo e Austrália estudam projetos em parceria

Educação, gestão hídrica, meio ambiente, cultura e investimentos fazem parte das discussões

 

No dia 12 de julho, a Assessoria Especial para Assuntos Internacionais (AEAI) do Governo do Estado de São Paulo promoveu um Grupo de Trabalho (GT) que reuniu especialistas e técnicos do governo paulista e da Austrália. As duas regiões discutiram possíveis parcerias em conjunto nas áreas de educação, gestão hídrica, meio ambiente, cultura e investimentos. O encontro aconteceu às 14h, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

De acordo com Ana Paula Fava, responsável pela AEAI, a ligação do estado paulista com a Austrália tem se intensificado. “No ano passado, recebemos a visita da chanceler australiana Julie Bishop, promovemos um Workshop sobre gestão hídrica, falamos com técnicos de Queensland sobre Meio Ambiente e, neste ano, assinamos o protocolo de intenções que possibilitou o GT”. O documento que originou o GT foi assinado pelo secretário da Casa Civil,Samuel Moreira, e pelo embaixador da Austrália, John Richardson, no dia 10 de maio.

 

Participam do GT, Ana Paula Fava, a cônsul da Austrália em São Paulo, Sheila Lunter, Trace Reid, conselheira e vice-chefe de Missão da Embaixada da Austrália no Brasil, Mark Bromilow, produtor-executivo do Festival Cultural Australia Now 2016, representantes das secretarias da Educação, da Cultura, Meio Ambiente, Casa Civil, Saneamento e Recursos Hídricos, Investe São Paulo, Centro Paula Souza, Polícia Ambiental , Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), entre outros.

São Paulo e Austrália

O maior número de acordos de cooperação entre São Paulo e Austrália concentra-se na área de educação. Em maio de 2015, por exemplo, o Centro Paula Souza, responsável pela administração de cerca de 300 escolas e faculdades técnicas paulistas, e o estado australiano de Victoria, assinaram um termo de parceria para fomentar o intercâmbio de alunos.
A Fapesp também mantém acordos de cooperação com universidades australianas como a Australian National University (ANU), Australian Technology Network of Universities (ATN),University of Melbourne, University of Sydney, entre outras.
A Austrália tem 40 empresas sediadas no país e que fazem negócios diretamente com o estado paulista. As principais empresas australianas em São Paulo operam nas áreas de agrobusiness, energia eólica, bancos/seguros e gerenciamento de informação. O Brasil é o nono maior destino de investimentos australianos. O Estado de São Paulo recebe a maior parte desses recursos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s