CGLU fará parte de uma nova Aliança Global contra crises urbanas

Via CGLU (tradução nossa).

1A Aliança Global para Crises Urbanas (Global Alliance for Urban Crises) será apresentada oficialmente no marco da primeira Cúpula Mundial Humanitária, que ocorrerá nos dias 23 e 24 de maio de 2016, em Istambul, Turquia. A Aliança busca reunir agências da ONU, profissionais urbanos, a comunidade de desenvolvimento e o setor privado em uma plataforma comum para defender e promover ações de resposta frente a importância crescente da assistência humanitária urbana.

As autoridades locais no centro da resposta às crises

A CGLU, como representante dos governos locais, ao lado de uma ampla diversidade de organizações, se comprometeu a formar uma plataforma que irá fomentar parcerias eficazes e eficientes para prevenir, preparar e responder melhor às crises urbanas, baseadas na ampla experiência dos membros neste campo e, em particular, nas atividades do Grupo de Trabalho da CGLU sobre Gestão de Desastres para Governos Locais.

Em resposta a esta chamada, a missão da aliança é fornecer uma plataforma inovadora para uma comunidade global de prática multidisciplinar e colaborativa que inclua as comunidades afetadas, o que as capacitará, e os líderes municipais.

O ato de lançamento da Aliança Global para Crises Urbanas se centrará em particular:

  1. Na “Carta urbana de Crises“, engajando os membros a trabalhar juntos para habilitar sociedade urbanas;
  2. Nos Acordos de parceria, incluídas as condições de governabilidade e de afiliação entre os sócios;
  3. Em um Plano de Ação estruturado em torno de um conjunto de iniciativas concretas com um horizonte temporal de 5 anos.

A Aliança produziu um projeto de Recomendações Urbanas e uma Carta Global de Crises Urbanas, pontuando (entre outros) a necessidade de “promover cooperação entre cidades, atores humanitários e de desenvolvimento” para gerar “enfoques baseados na área” em resposta urbana e “priorizar a liderança municipal local em determinadas respostas às crises urbanas”.

Cúpula Mundial Humanitária

Esta iniciativa será colocada em prática aproveitando-se da primeira Cúpula Mundial Humanitária que ocorrerá em Istambul e reunirá mais de 5.000 participantes. Entre os representantes participarão chefes de Estado e de Governo, Prefeitos e eleitos locais, comunidades afetadas pelas crises, diretores-gerais do setor privado, chefes de organizações multilaterais, organizações não-governamentais internacionais e nacionais, representantes da juventude, da sociedade civil e do mundo acadêmico.

Essa Cúpula faz parte da chamada mundial de ação feita pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, com o objetivo de estabelecer um programa de mudanças a fim de ajustar as ações humanitárias aos grandes desafios enfrentados hoje e os que serão enfrentados no futuro. Os principais objetivos da cúpula são:

  • Voltar a inspirar e vitalizar o compromisso da CGLU com a humanidade e a universalidade dos princípios humanitários;
  • Iniciar um conjunto de ações concretas e compromissos destinados a possibilitar que os países e as comunidades preparem e respondam melhor às crises, e sejam mais resilientes aos conflitos;
  • Compartilhar as inovações e melhores práticas que podem vir a ajudar a salvar vida em todo o mundo, colocando as pessoas afetadas no centro da ação humanitária e aliviar o sofrimento.

Além disso, diversos outros eventos paralelos estão previstos no âmbito da Cúpula. A participação da CGLU nesssas sessões se centrará nos dois eventos seguintes, nos quais os membros podem se unir:

1. Sessão dos Prefeitos com foco em Imigração 

2. Perspectivas das cidades em crise

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s