MT discute integração com países da América do Sul

Via Folha Max

Cuiabá vai sediar, pela primeira vez, uma reunião da Zona de Integração do Centro-Oeste Sul-Americano (Zicosur), fórum internacional que reúne seis países da América Latina (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Peru) e que traça estratégias de fortalecimento econômico, ambiental e cultural dos estados e províncias que participam do bloco. O encontro será de 20 a 24 de abril.

zicosur

Há pelo menos uma década Mato Grosso não participa de uma reunião da Zicosur. A observação foi feita pela secretária de Assuntos Internacionais, Rita Chiletto, durante reunião realizada nesta terça-feira (02.02), no Palácio Paiaguás, ocasião em que foi apresentada a programação da Zicosur em Cuiabá, e do qual Mato Grosso é anfitrião pela primeira vez.

Em Cuiabá serão realizadas reuniões das comissões temáticas de infraestrutura, indústria e comércio, turismo e meio ambiente. Entre os assuntos que serão tratados está o corredor turístico do Pantanal, questões relacionadas à logística como o corredor bioceânico (ferroviário, rodoviário e portuário) que contempla os estados-membros do Fórum, bem como a elaboração de um mapa de atrativos turísticos dos estados (Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina) participantes da Zona de Integração e rotas turísticas, que interligarão Mato Grosso aos países que compõem o Zicosur.

Para o secretário adjunto de Captação e Monitoramento do Gabinete de Assuntos Estratégicos (GAE), Vinicius Saragiotto, ações semelhantes ao que se propõe discutir na Zicosur estão consolidadas nos eixos do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, autarquia formada por seis estados brasileiros que buscam soluções para uma agenda de problemas comuns. “Na experiência que tivemos ao participar da formação dos eixos prioritários do Consórcio Brasil Central vimos que alguns pontos, como questões técnicas e alinhamento político, têm que ser liquidados para não perdermos o foco. É uma questão de priorização, elencar o que nós, Estado, queremos com o que o bloco quer”, destacou.

O secretário adjunto de Turismo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Luis Carlos Nigro, lembrou que, para potencializar o setor, é necessário tratar também da internacionalização do Aeroporto Marechal Rondon. Segundo Nigro, diretores de companhias aéreas demonstraram extremo interesse em viabilizar voos que partem do aeroporto com destino a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. “Um dos compromissos do governo é viabilizar a internacionalização do Marechal Rondon até a realização da Feira Internacional de Turismo do Pantanal”, disse.

O encontro entre as autoridades governamentais e empresários internacionais que virão para a reunião, em abril próximo, ocorrerá paralelamente à realização da Feira Internacional de Turismo do Pantanal (FIT) 2016, outra iniciativa retomada pelo Governo do Estado que volta a ser realizada após oito anos. De acordo com Rita Chiletto, o governador do Estado viu a Zicosur como uma oportunidade de fortalecer a FIT 2016 e inserir Mato Grosso novamente no cenário das discussões internacionais. O Gabinete de Desenvolvimento Regional (GDR), comandado pelo secretário Eduardo Moura, também atua como articulador do encontro no Estado.

Internacionalização

A Zicosur foi uma das primeiras iniciativas dos anos 1990 integrada por estados subnacionais de seis países. Tem como principal objetivo coordenar a inserção internacional competitiva da região, com a iniciativa de complementaridade econômica, comercial e cultural, cuja finalidade é tornar-se porto e ponte da América do Sul até os mercados da Ásia e Pacífico.

Mato Grosso foi um dos idealizadores do projeto, com participação ativa nos encontros até início do ano 2000. Mas, devido a questões políticas, explicou Rita Chiletto, se desligou dos encontros. Em setembro de 2015, o Governo do Estado foi convidado a participar como observador das reuniões das comissões de indústria e comércio, infraestrutura e turismo, realizadas na Bolívia.

Vislumbrando a Zicosur como uma oportunidade para a estratégia de integração com os países da América do Sul, o governador Pedro Taques solicitou a reintegração de Mato Grosso ao Fórum, durante a realização do segundo encontro de Áreas Protegidas da Zicosur, no ano passado, quando também propôs que o Estado recepcionasse o próximo encontro do bloco em 2016.

“A Zicosur objetiva promover o desenvolvimento de infraestrutura para a articulação de eixos de comunicação comum, de maneira a facilitar o deslocamento de bens e pessoas, agilizando o comércio intra e extra regional, além de contribuir para a integração cultural e social. Uma experiência única no âmbito internacional de cooperação descentralizada”, salientou a gestora.

No âmbito das propostas que estão sendo conduzidas para a realização da Zicosur em Mato Grosso, Rita Chiletto sugeriu a criação de comissões técnicas internas para tratar da estruturação dos temas que serão destacados pelo Executivo estadual durante o encontro. As pastas de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Meio Ambiente (Sema), Desenvolvimento Regional (GDR), Infraestrutura (Sinfra), Cultura (SEC) e Assuntos Estratégicos (GAE) farão parte das comissões. Também participaram da reunião, representantes da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso (Sebrae/MT).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s