Guarulhos participa do Fórum Mundial de Cidades pelos Direitos Humanos na Coreia do Sul

Cidade discutiu Direitos Humanos e o papel dos governos locais na cidade de  Gwangju entre os dias 15 e 18 maio.    

A prefeitura de Guarulhos marcou presença no Fórum Mundial de Cidades pelos Direitos Humanos. Renata Boulos,  coordenadora de Relações Internacionais do município de Guarulhos, participou entre os dias 15 e 18 de maio das atividades realizadas em Gwangju, na Coréia do Sul. O Fórum é organizado anualmente pela Cidade Metropolitana de Gwangju, em cooperação com o Centro Internacional de Gwangjue a Fundação Coreana de Direitos Humanos.

Sob o tema “Para uma Aliança Global de Direitos Humanos de Cidades para Todos e Todas”. Além de Guarulhos, participaram outros atores brasileiros como o presidente da Associação Brasileira de Municípios (ABM), Eduardo Tadeu, e o diretor do Instituto Polis, Nelson Saule.

Nas reuniões que antecederam a inauguração do evento, com destaque para a sessão de iniciativas e casos, Boulos compartilhou a experiência da cidade  e enfatizou a importância da participação em Redes de Cidades como uma forma de contribuir para a implementação de direitos humanos.

Nesta mesma perspectiva, destaca-se a sessão que abordou os papéis e mecanismos do governo e de instituições locais, debatendo estratégias de direitos humanos, da contribuição da sociedade civil e os desafios de governos locais na tradução de políticas de direitos humanos para o dia-a-dia da cidade.

Na plenária, posterior à cerimônia de inauguração, a coordenadora participou da mesa “Direitos Humanos e Governos Locais”, na qual compartilhou a trajetória da Coordenadoria de Relações Internacionais, a cidade como ator no cenário internacional, o papel na Rede Mercocidades e a experiência como cidade aeroportuária, neste caso, sobre o Posto de Atendimento Humanizado ao Migrante, localizado no Mezanino do Terminal 1 no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos.

Como conclusão das atividades do evento, realizou-se a reunião da Comissão de Inclusão Social, Democracia Participativa e Direitos Humanos de Cidades e Governos Locais Unidos (CGLU), coordenada por Eva Garcia Chueca. Guarulhos se posiciou de forma atuante nesta comissão, inclusive almejando sediar a próxima reunião.

Como complemento, ocorreu visita técnica ao centro de apoio e atendimento às vítimas do massacre de 18 de maio de 1980 (4.170 estudantes), como também de uma cerimônia de velas em homenagem aos 280 jovens estudantes mortos em um naufrágio, em abril deste ano.

Colaborou a Coordenadoria de Relações Internacionais da cidade de Guarulhos 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s