São Paulo assume coordenadoria do FONARI e promete expansão

Eleita para coordenar o fórum pelo biênio 2014-2015, a capital paulista vê possibilidade de crescimento da rede de cidades e maior troca de experiências  

A cidade de São Paulo, eleita coordenadora geral do Fórum Nacional de Secretários e Gestores Municipais de Relações Internacionais (FONARI), inicia o mandato para 2014-2015 com objetivos claros para a consolidação do Fórum.

FONARI: pólo de conhecimento e continuidade

Leonardo Barchini, Secretário de Relações Internacionais e Federativas da capital paulista, colocou a importância de dar cada vez mais visibilidade ao papel das cidades nos âmbitos federal e internacional. Ressaltou o papel central da última coordenação neste aspecto.  “O trabalho desenvolvido pela última coordenadora do Fórum, Belo Horizonte, foi fundamental para dar potência a essa temática e articulá-la com outros atores, como instituições do Governo Federal e organismos internacionais”.

Assinalou o compromisso de São Paulo de adensar a redes de cidades participantes e o fluxo de experiências. “Pretendemos promover a troca de informações sobre as atividades de cada membro do FONARI de forma contínua, fomentar a adesão de participantes que já possuam ou tenham interesse em desenvolver uma área de Relações Internacionais e tornar o Fórum um núcleo de conhecimento e inteligência sobre Cooperação Internacional Descentralizada (CID)”.

Outra preocupação é tornar o Fórum uma memória da atuação dos municípios no âmbito da cooperação. A complexidade de legitimar a atuação internacional para o senso comum ainda é um desafio.

Maior sistematização da agenda de entes subnacionais

Vicente Trevas, secretário- adjunto da SMRIF, lembrou das dificuldades enfrentadas pelas agendas subnacionais na continuidade de políticas e manutenção das estruturas burocráticas, que dependem da sensibilidade das gestões com o tema.  “O FONARI pode ser uma retaguarda para reflexão e sistematização de uma agenda para as cidades. Além disso, pode funcionar como parte de um marco legal de segurança jurídica destas ações”, analisou.

Há a expectativa de que o FONARI se consolide como um espaço de negociação e alinhamento de agendas dos governos estaduais e dos municípios, bem como uma referência importante no processo de integração regional.

A ata referente à Assembléia Geral, realizada no dia 09 de dezembro, já está disponível aqui. O destaque das discussões foi para o conceito e práticas de CID.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s